Viajantes internacionais: A personalização no setor de viagens está passando por uma grande evolução. Novas ferramentas e tecnologias permitem que as empresas de viagem, especialmente as OTAs, criem uma experiência única para cada viajante.

No entanto, a criação dessas experiências depende não apenas das tecnologias que permitem a personalização, mas também dos dados do viajante usados ​​para “alimentar” esses sistemas.

A ‘Transferência de Dados de Informações de Marketing’ (MIDT) é um baú de informações para as empresas de viagens. A coleta de bilhões de sinais de reserva aérea dos três GDSs – Travelport, Saber e Amadeus – as informações revelam os principais comportamentos de reserva de viajantes em todo o mundo.

Em uma nova pesquisa publicada este mês, a Travelport analisou dados MIDT dos últimos 12 meses para produzir um novo relatório sobre perfis de viajantes para OTAs.

O relatório investiga os seis perfis de viajantes internacionais dominantes que compõem as reservas globais de viagens: viajantes individuais, famílias, viajantes de negócios, casais, fins de semana e grupos.


Por que construir perfis de viajantes?

Para as OTAs, acompanhar as demandas de personalização dos viajantes internacionais pode ser um desafio. Apesar de as OTAs coletarem mais dados do que nunca, extrair “insights” não é uma tarefa tão fácil.

E agora, com os perfis sendo um componente importantíssimo da estratégia de marketing e vendas de todos os varejistas on-line; as OTAs devem acompanhar e oferecer aos clientes as experiências personalizadas que eles desejam e esperam.

Grandes estratégias de vendas e marketing começam com o conhecimento do cliente e o que o faz funcionar. Construir personas é um primeiro passo crítico para conhecer melhor seus clientes.

Isso envolve a combinação dos dados que sua empresa capturou (comportamentos, intenções e hábitos do usuário) com dados de mercado mais amplos para identificar novas oportunidades de aquisição de clientes e apresentar ofertas mais relevantes aos seus usuários.

Por exemplo, no mínimo, você pode começar a personalizar o resultado da pesquisa do seu OTA com base na pessoa que você identificou, como:

  • Priorizar voos com o menor tempo, em vez do preço mais baixo, para famílias, que valorizam manter as crianças felizes acima de tudo
  • Para os finais de semana, apresentando voos que chegam cedo e partem tarde, para que possam maximizar o fim de semana fora
  • Mostrando tarifas ‘premium’ em classe econômica e executiva a viajantes internacionaisa negócios

Viajantes individuais

Representando cerca de 18% das reservas globais, as viagens individuais estão se tornando cada vez mais populares e aumentaram 7% apenas no último ano. Os viajantes individuais costumam fazer viagens mais longas do que os outros perfis de viajantes internacionais em aproximadamente 19 dias em média.

A nova pesquisa da Travelport também incorpora descobertas de pesquisas recentes dos últimos viajantes e identifica as seguintes principais tendências que os OTAs podem usar para otimizar suas ofertas para viajantes individuais.

  • Abordagem para dispositivos móveis:46% dos viajantes individuais reservaram hotéis por dispositivos móveis e 59% acreditam que é importante poder adicionar extras à reserva enquanto estão em trânsito. Além disso, 62% usam o celular para pesquisar e planejar as partes não aéreas da viagem, como hotel, carro e trem.
  • Inspire-se com ofertas personalizadas:43% dos viajantes individuais também desejam receber referências para sua próxima viagem com base em suas preferências pessoais. Isso mostra a importância de adaptar o seu conteúdo inspirador – como blogs ou postagens sociais – a seu perfil alvo.

Famílias

Em média, quase um quarto das reservas aéreas globais são feitas por famílias. Esse grupo de personas é um dos maiores segmentos do mundo e possui requisitos exclusivos, centrados em atividades voltadas para crianças.

Os perfis da família são fáceis de identificar em seu fluxo de trabalho existente, pois incluem uma pesquisa com combinações de códigos de tipo de passageiro adulto e infantil ou infantil.

Ao analisar sua estratégia de segmentação familiar, veja alguns pontos-chave a serem lembrados:

  • Conveniência é o nome do jogo: asfamílias são motivadas por manter as crianças felizes – verifique se seus esforços de marketing estão repletos de atividades durante a viagem para entreter toda a família. 74% provavelmente irá reservar uma viagem com uma OTA que ofereça capacidade de conciliar tudo em um só lugar.
  • Adapte o conteúdo do seu hotel e carro:você pode apelar para a personalidade da família, mostrando hotéis e carros que são adequados para o número de passageiros no itinerário. A pesquisa da Travelport mostra que 30% dos que viajam principalmente em família buscam aluguel de carros por meio de OTAs.

Viajante a negócios

A maioria das OTAs se concentra nos viajantes a lazer e deixa os negócios para as empresas de gerenciamento de viagens.

No entanto, essa é uma enorme oportunidade perdida, considerando o fato de 83% dos viajantes pesquisados ​​afirmarem reservar pelo menos parte de suas viagens de negócios através de OTAs.

Portanto, esteja você rastreando ou não, os viajantes a negócios estão reservando através do seu OTA; no entanto, ao não capturar esses dados, você perde uma oportunidade valiosa de personalizar verdadeiramente sua oferta com resultados de pesquisa personalizados.

  • Não trate viajantes a negócios como viajantes a lazer:viajantes a negócios têm requisitos diferentes do que viajantes a lazer. Identifique os viajantes a negócios a partir dos seus próprios dados do cliente, localizando itinerários individuais, com duração curta, que acontecem no meio da semana e que estão reservados perto da data da viagem. Como alternativa, você pode solicitar que os viajantes identifiquem se estão viajando para trabalhar durante sua pesquisa ou fluxo de reserva.
  • Crie regras para filtrar seus resultados de pesquisa para viajantes a negócios: primeiromostre os menores tempos de voo e realce as tarifas econômicas ou empresariais premium.

Casais

Quem viaja como um “casal” representou 14% das reservas globais nos últimos 12 meses.

Muitos dos que viajam em casal também podem se enquadrar em outras categorias de pessoas ao reservar outras viagens – como viajante de negócios ou família.

Para as OTAs, é vital identificar o contexto da viagem desde o início para apresentar as opções mais relevantes para uma determinada pessoa em um determinado momento.

Os hotéis que você sugere para quem viaja sozinho com o cônjuge variam muito com a opção ideal para a família que você apresenta ao mesmo cliente que reserva um itinerário que inclui três filhos!

As principais áreas de foco para duas pessoas incluem:

  • Férias organizadas: Um terço dos casais reservou férias organizadas através de agências de viagens on-line
  • As mídias sociais são essenciais para o planejamento de viagens: a influência das mídias sociais no planejamento de férias não pode ser subestimada e isso é particularmente verdadeiro para os casais. 30% dos casais dizem que usaram as mídias sociais para pesquisar ou reservar uma viagem.

Para finais de semana

De acordo com os dados da MIDT, as reservas para finais de semana cresceram 6% nos últimos 12 meses e compõem 25% das reservas globais.

Dessas reservas, apenas um terço é internacional, com a maioria optando por viajar no país ao fazer uma curta viagem.

Os finais de semana têm duas prioridades principais:

  • Aproveite ao máximo a curta viagem: Com apenas alguns dias para passear, o viajante de final de semana está procurando as opções de voo que lhes permitirão aproveitar ao máximo seu tempo fora. Geralmente, a tarifa mais barata também pode resultar em um fim de semana mais curto, portanto, mostrar o preço mais baixo primeiro pode não ser a opção certa para esse perfil.
  • Hotéis próximos aos principais pontos turísticos: dada a curta duração da viagem, os viajantes de finais de semana querem acomodações próximas aos principais pontos turísticos e restaurantes.

Grupos

O perfil final do viajante que veremos é o de quem viaja em grupo. Se há uma coisa que todos sabemos sobre viagens em grupo, é que organizar todos pode ser um desafio.

Os sites que vencerão aos olhos desse perfil são aqueles que podem oferecer bons negócios, têm uma interface fácil de usar e permitem que amigos compartilhem idéias.

Apesar de viagens relativamente curtas, que duram menos de uma semana, os viajantes em grupo reservam o mais adiantado que qualquer outro grupo de pessoas.

As viagens em grupo são mais populares na Ásia, representando 16% das reservas nos últimos 12 meses.

Algumas descobertas importantes sobre viajantes em grupo das pesquisas de viajantes internacionais da Travelport incluem:

  • Os grupos desejam pagar parceladamente: 72% desejam que as OTAs ofereçam essa capacidade
  • Suporte por bate-papo on-line: reservar viagens em grupo pode ser um negócio complexo e 43% dos viajantes internacionais em grupo escolheriam o “bate-papo on-line” como o método preferido para entrar em contato com uma OTA durante o processo de reserva
  • O computador é o canal de reserva preferido: enquanto 65% usaram aplicativos para smartphones para pesquisar opções de voo, 83% geralmente usam computador ao procurar voos.

Fonte: PhocusWire


Gostou dessa matéria? Confira mais sobre Viagens e Turismo no blog da GoHouse!