Você tem um imóvel e deseja alugar, mas já teve experiências ruins ao alugar sozinho ou tem medo de arriscar a fazer tudo por sua conta e acabar no prejuízo? E ainda, não sabe quanto uma imobiliária cobra para alugar?

Tudo bem, mas, afinal quanto custará para você ter segurança e as garantias que uma imobiliária oferece? Depende.

A taxa de cobrança permitida em lei é de, no máximo, 30% em cima do valor total do aluguel, mas você pode negociar e alcançar uma taxa com porcentagem bem mais atrativa que o máximo cobrado.

Aliás, você já ouviu falar na GoHouse?

Confira: Alugar por temporada em 2017? Com a GoHouse é muito melhor!

Vale a pena pagar uma imobiliária para alugar meu imóvel?

Independentemente de quanto cobra uma imobiliária para alugar seu imóvel, ela terá que dar garantia de que você irá receber o valor que está no contrato e administrará seu imóvel até a finalização do contrato.

Além da garantia de recebimento do valor do aluguel, a imobiliária também presta outros serviços:

Anuncia seu imóvel

A imobiliária anuncia seu imóvel em seu site, bem como para pessoas já cadastradas e interessadas nesse tipo de locação. Ela também pode anunciar em outros meios de comunicação, se achar necessário.

Avalia condições do inquilino

A imobiliária é responsável por verificar se o inquilino tem condições de alugar seu imóvel por temporada. Ela verifica renda, CPF e o que mais for preciso para garantir que você faça um bom negócio.

Fica em contato com o locatário

Você não terá contato com o inquilino e o negócio fluirá de uma forma muito mais profissional, sem preocupação com condomínios, contas de energia ou impostos.

Faz vistoria antes e depois do contrato

Vistoria o imóvel antes e depois, com registro de fotos e assinatura de termo de vistoria, onde deverá constar tudo que tem no imóvel e o estado de funcionamento.

Prepara toda a documentação

Como já conhece todo o processo, não terá que enfrentar sozinho a burocracia. E o melhor: terá um contrato mais elaborado, dentro do que rege a lei do inquilinato.

Administra seu imóvel

Fica responsável por administrar seu imóvel e avisá-lo sobre quaisquer problemas, inclusive do dia a dia, como vazamentos, por exemplo.

Aluga mesmo se você estiver longe

Mesmo que você more em outra cidade, a imobiliária será sua representante e você terá seu imóvel alugado no Rio de Janeiro ainda que tenha se mudado para Aracaju.

No geral, não importará quanto uma imobiliária cobra para alugar seu imóvel. Você poderá ter conseguido um desconto vantajoso na taxa de cobrança que ainda assim ela deverá:

  • Anunciar seu imóvel;
  • Selecionar inquilino em boa condição cadastral;
  • Elaborar contrato de locação, com cláusulas claras e específicas, dentro do que a legislação manda;
  • Fazer vistoria do local antes e depois com assinatura do termo de vistoria, que deve ser detalhadamente redigido;
  • Administrar seu imóvel durante todo o processo de aluguel.

Veja também: GUIA: como anunciar apartamento para temporada

O que você precisa saber para se resguardar

Além de saber quanto uma imobiliária cobra para alugar seu imóvel por temporada, verifique os dados da empresa:

  1. Se ela tem CNPJ, CRECI Jurídico e corretor responsável, porque uma imobiliária legalmente apta para atuar no ramo imobiliário não só pode ser constituída se tiver um corretor de imóveis como sócio;
  2. O contrato não pode passar de 90 dias. Caso isso aconteça, a modalidade de aluguel por temporada passa a ser residencial, e você não poderá mais exigir o pagamento antecipado do aluguel e dos encargos;
  3. Se desejar, você pode deixar claro o número máximo de pessoas autorizadas a permanecerem no seu imóvel. Caso haja necessidade do locatário hospedar mais pessoas do que o acordado, pagará uma taxa adicional;
  4. Outro ponto importante e que deve estar claro no contrato é se permite ou não a sublocação, cessão ou empréstimo do imóvel a uma terceira pessoa.

Se você já percebeu que alugar gera um bom resultado e quer gerar mais renda, leia este post de nosso blog: Como investir em imóveis para alugar e sair no lucro em 6 passos