O setor turístico do Rio comemora a ocupação de hotéis de quase 85% na cidade para o Réveillon de 2018, número que é 35% maior do que o do ano passado. Esse dado foi constatado no último dia 25 pelo ‘SindHotéis Rio’ (Sindicato dos Hotéis do Rio de Janeiro).

Devido à crise, no ano passado, muitos leitos ficaram vazios. As regiões mais procuradas, segundo a ‘ABIH-RJ’ (Associação Brasileira de Indústrias de Hotéis), são, respectivamente: o bairro do Flamengo, com 91% de ocupação; seguido por Ipanema e Leblon, com 89% de ocupação cada; e depois por Barra da Tijuca, com 87% de ocupação, que pela primeira vez, ultrapassa o bairro de Copacabana nesse quesito, que atualmente conta com 85% de ocupação.

A tendência entre os viajantes atualmente está em buscar imóveis com um preço mais baixo, fato que consolidou o bairro do Flamengo como o mais buscado para este Réveillon, por oferecer preços bem convidativos para os turistas em geral.

Além disso, a ABIH-RJ constatou que nos municípios do interior do estado do Rio de Janeiro, mais de 80% dos leitos já estão ocupados para o próximo Réveillon.

Alfredo Lopes, presidente da ABIH-RJ e do SindHotéis Rio, confirmou que a demanda por quartos de hotéis na cidade está bastante alta este ano:

“Pelo comportamento atual do mercado, a data será prioritariamente a do mercado nacional, que costuma reservar mais em cima da hora. Ainda assim, a reserva para os bairros do centro, Flamengo e Barra da Tijuca, que praticam valores um pouco abaixo da tradicional zona sul, já está bastante aquecida” – diz Alfredo Lopes.

Além disso, Lopes afirma que, apesar de Copacabana não aparecer no topo da lista até o momento, terá quartos lotados neste Réveillon:

“A orla de Copacabana sempre lota; é um dos maiores réveillons do mundo. Neste ano não será diferente” – afirma Alfredo Lopes.


Gostou dessa matéria? Confira vários outros posts sobre Turismo e Viagens no blog da GoHouse clicando aqui!