Uma discussão que frequentemente está em pauta no ramo de hospedagem atualmente é sobre qual é a melhor das opções de hospedagem: o aluguel por temporada ou a hospedagem tradicional.

Contando pontos a favor do aluguel por temporada em relação à hospedagem tradicional; a modalidade apresenta diferenciais em relação às reservas tradicionais em hóteis e pousadas, como a maior privacidade, um preço mais vantajoso para os hóspedes, e a possibilidade de se cozinhar, evitando gastos extras com alimentação.

Anteriormente em nosso blog, falamos sobre as vantagens de se alugar por temporada em comparação a se hospedar em pousadas, confira mais clicando aqui.


Aluguel por temporada ultrapassa hospedagem tradicional

Em levantamento feito em pesquisa realizada anualmente pela Fecomercio de Santa Catarina, turistas preferiram o aluguel por temporada em relação à hospedagem tradicional nesse verão em cidades do sul do país.

Os dados mostram que a preferência pelo aluguel por temporada se deu por parte de 38% dos viajantes entrevistados; enquanto 29% disseram ainda optar pela hospedagem tradicional, como hotéis e pousadas.

Essa busca maior pelo aluguel por temporada já era demonstrado anteriormente em outras pesquisas, como na pesquisa feita pela Fecomercio de Santa Catarina em 2018, quando a procura pelo aluguel de temporada e a pela hospedagem tradicional já eram praticamente equivalentes.

Dentre as principais vantagens citadas pelos que preferem o aluguem por temporada, as mais notáveis foram poder cozinha e receber amigos nos imóveis; dados que demonstram a importância desses diferenciais para a ascensão da procura pelo aluguel por temporada no país.

Esses resultados demonstram principalmente em como o cenário está em constante mudança atualmente, principalmente por conta da persistente crise no Brasil. Turistas tendem a optarem mais pelo aluguel por temporada atualmente por conta de suas diárias mais baratas em relação aos hoteis e pousadas.

Veja mais em matéria publicada pelo portal ‘NSC’ clicando aqui.


1 a cada 4 turistas se hospedaram com o Airbnb

Uma pesquisa também realizada pela Fecomercio de Santa Catarina, mostrou que 44% das locações é realizada em contato direto entre proprietários e turistas; porém, chama a atenção também a alta parcela de reservas provenientes do Airbnb, 26%.

O Airbnb vive uma notável crescente de popularização nos últimos anos, e isso reflete também em territórios brasileiros.

Na opinião do vice-presidente de Habitação da Fecomercio de Santa Catarina, isso se dá principalmente ao fato de as locações ingressarem definitivamente ao “mundo digital”.


Gostou dessa matéria? Confira mais estudos sobre o aluguel por temporada e turismos no Blog da GoHouse!